Saiba mais sobre Diogo Barbosa agora no Verdão.

O Palmeiras

neste ano de 2018 resolveu mudar o seu perfil no mercado de contratações. Ao contrário das últimas temporadas onde foi com muita sede ao pote e contratou diversos atletas para posições que nem sempre eram carentes no elenco, neste ano foi cirúrgico em buscar reforços para posições mais do que carentes em seu plantel.

E sendo assim, teve que ir ao mercado para reforçar aquele que talvez tenha sido o calcanhar de Aquiles no time em 2017, a lateral esquerda que contava com o sempre criticado Egídio e Zé Roberto, que apesar de toda a sua categoria já não tinha mais pernas para jogar na lateral em sua última temporada como atleta profissional, aos 43 anos de idade.

Foi assim que o clube foi ao mercado e trouxe o maior destaque do futebol brasileiro nesta posição na temporada passada, Diego Barbosa que estava no Cruzeiro.

Diogo Barbosa Mendanha nasceu em Terra Nova do Norte, no estado do Mato Grosso, no dia 17 de agosto de 1992. Iniciou a sua carreira nas categorias de base de um gigante do futebol no estado vizinho, o Vila Nova de Goiás, mas ainda como júnior veio para o Vasco da Gama em 2010 quando tinha apenas 17 anos, se profissionalizando apenas 4 meses depois e fazendo a sua estreia pelas mãos do técnico PC Gusmão justamente em um clássico contra o Flamengo.

Mas o que poderia parecer uma história de sucesso no começo demorou a engrenar. Sem grandes chances nos jogos seguintes e até mesmo na temporada seguinte o jovem lateral esquerdo foi dispensado do Vasco, passando a peregrinar por diversas equipes do futebol nacional: Sport Recife, Guarani, Coritiba, Atlético Goianiense e Goiás.

Foi então que em 2016 o jogador desembarcou no Botafogo e viu a sua sorte começar a mudar, fazendo uma grande temporada usando a camisa preto e branca do time da estrela solitária.

Naquela temporada o Botafogo foi uma das maiores surpresas do futebol nacional, ficando com o vice-campeonato do Campeonato Carioca e sendo eleito o melhor jogador da posição no torneio, além de ajudar na classificação do clube para a Copa Libertadores da América de 2017.

Com o seu destaque no futebol carioca foi para o Cruzeiro e continuou crescendo em sua carreira. O jogador se destacou sempre por ser um grande apoiador, e ironicamente marcou o seu primeiro gol com a camisa do Cruzeiro já no final da temporada, justamente contra o Palmeiras na partida que eliminou o Verdão da Copa do Brasil.

O Cruzeiro tinha planos de manter o jogador neste ano para a disputa da Copa Libertadores da América, mas não teve dinheiro para bancar a renovação de contrato já que tinha apenas 25% dos direitos econômicos do jogador, com o restante pertencendo ao Coimbra do interior mineiro, clube que pertence ao banco BMG.

Este foi um grave erro do Cruzeiro, já que poderia ter adquirido mais 25% quando o jogador completou 30 jogos pela equipe e simplesmente se esqueceu de fazê-lo.

Diogo Barbosa chegou ao Palmeiras neste início de 2018 por 4,5 milhões de Euros mas ainda não estreou pela equipe, sofrendo uma torção no tornozelo durante a pré-temporada.